domingo, 15 de janeiro de 2006

FLAUTA LIVRE


Taiguara
Larga esse recibo
Fecha essa gaveta
Abre a vida nova que vem
Veste a tua pele e vai trabalhar
Deixa ela te olhar e entender
Vão te olhar de lado
Vão fechar a porta
Vão dizer que ela saiu
Pois há uma flauta livre na tua mão
Toca teu amor pra ela ouvir
Essa vontade de amar
De mão dada e beijar
Teus irmãos
Não há mentira nem porta
Fechada que possa matar
Não há futuro negado
Pra quem trabalhou com amor
Nem há dinheiro que pague ilusão
Nem compre mágicas
Músicas, espírito.
Sai nessa aventura
Entra nesse templo
Sobe nessa escada e cai
Brinca co’as crianças
E crê no sol
Dorme pra acordar e nascer

Nenhum comentário: